Santa Casa RECUSA pagar prémio de 5 mil euros de uma “raspadinha”, o motivo é RIDÍCULO!

Só mesmo em Portugal!

  

Célia Esteves, de 41 anos e residente em Vila Verde, comprou uma raspadinha premiada em Maio e até agora não recebeu o prémio devido a um motivo bastante insólito. Santa Casa recusou-se a pagar já que a raspadinha tinha um rasgo de dois centímetros, o que impossibilitava o pagamento, como previsto no regulamento.

raspadinha

Só mesmo em Portugal. Tentam sempre fugir na hora de pagar, um rasgo de apenas dois centrimetros suspendeu o pagamento de 5000 € a esta jogadora. Veja abaixo:

“Vou até às últimas consequências”, afirmou ao O MINHO Célia Esteves, de 41 anos, que comprou a raspadinha em maio. “Foi uma alegria quando vi o prémio”, diz Célia, empregada numa ótica, que viu a Santa Casa, quando se deslocou ao Porto, apontar rasgo de dois centímetros que transformaram o momento em pesadelo.

No entanto, e apesar da decisão da Santa Casa, Célia vai ter hipótese de recorrer da decisão. “A apostadora foi informada que a decisão é passível de recurso mediante apresentação do bilhete original”, confirmou fonte da Santa Casa.