Militares da GNR que não passem multas, não podem fazer trocas de serviço!

É prevenção...

  

Militares da GNR que não passem multas, não podem fazer trocas de serviço! Um documento a que o Notícias ao Minuto teve acesso mostra que o comandante do posto que impôs esta "regra". Isso mesmo mostra um documento com a designação ‘Relação da atividade operacional durante’ e que foi afixado no posto.

multas-gnr

Em Estarreja, no posto da GNR,os guardas estão a ser persuadidos a passarem multas. Caso tal não aconteça são penalizados. Como? Não terão autorização para fazer trocas de serviço.

Nele constam os nomes dos 22 guardas (incluindo o do comandante) e o ‘balanço mensal’ de cada um no que diz respeito ao número de autos, detenções, acidentes de viação, inquéritos, ofícios, etc.

Os militares sem qualquer auto, ou com apenas um, têm o seu nome sublinhado a marcador azul. Explica uma legenda que tal significa: “Não autorizado a fazer trocas de serviço”.

O presidente da Associação Sócio-Profissional Independente da Guarda (ASPIG), José Alho, manifestou o seu “receio” em relação ao facto de esta situação ocorrer em outros postos da GNR “mas que não o exponham e mantenham em surdina”, permitindo que tal atitude “seja utilizada como arma de arremesso”.

Admitindo que a contabilidade de multas “existe para efeitos de avaliação”, José Alho destaca os “abusos” que daí podem advir, reconhecendo que podemos estar perante um que, assegura, “o comando geral [da GNR] não permitirá”.

O comandante do posto de Estarreja indicou que prefere não fazer qualquer comentário sobre este assunto e também o comando da GNR de Aveiro se mostrou indisponível para tecer considerações acerca desta matéria.

Fonte: Tuga.press | Notícias ao Minuto