Sérgio Moro para Sócrates: “Não debato com criminosos pela televisão”

Quem diz o que quer, ouve o que não quer...

  

O antigo primeiro-ministro português criticou-o, e agora obteve a resposta. Alvo de críticas do antigo primeiro-ministro português e arguido da Operação Marquês, José Sócrates, Sérgio Moro já respondeu.

Em entrevista à RecordTV Europa, exibida no programa “Fala Portugal” desta terça-feira, o ministro da Justiça de Bolsonaro e antigo super-juiz do processo Lava-Jacto disse: “Em relação à pessoa em particular, eu não debato com criminosos pela televisão. Então, não vou fazer mais comentários”.

Em todo o lugar do mundo é difícil lidar com esses cr1mes de grande corrupção, envolvem pessoas poderosas. O sistema está preparado para outro tipo de crim1nalidade, mas todos os países precisam de avançar nessa área e enfrentar a grande corrupção”, defendeu o antigo juiz e actual ministro, também durante a entrevista.

José Sócrates tinha acusado Sérgio Moro de ser um “político disfarçado de juiz”, esta segunda-feira. Já esta terça-feira, intensificou as críticas, referindo em entrevista na TVI24 que Moro só chegou a juiz por ter mandado prender Lula da Silva.