Jornalista da RTP indignado com Graça Freitas: “Silêncio Por Favor…”

O pivô já veio esclarecer o sucedido

  

Nas redes sociais, António Esteves criticou as atitudes da DGS num texto com o título “Silêncio Por Favor, uma critica devido às declarações da diretora geral da saúde Graça Freitas.

O pivô da estação não gostou que as previsões do pico da pandemia covid-19 estejam a ser adiadas, e sem a Diretora Geral da Saúde fundamentar as suas previsões.

“O pico da pandemia em Portugal já esteve previsto para finais de março, para início de abril, passou para meados de maio e já vai em finais de maio. Hoje já andam a dizer que a situação só vai normalizar quando houver uma vacina. Daqui a seis meses, um ano, um ano e meio?”, começou por escrever.

“Parece-me que o mais prudente, numa fase em que todos queremos que todos fiquem em casa, era evitar estes palpites de pura futurologia e sem nenhuma sustentação científica. Quando não houver factos concretos relevantes para reportar deve optar-se pelo silêncio, é mais prudente. Coisa que já devia ter sido feita há muito tempo”, acrescentou.

“Ou então, manda-se o número 1 de quarentena e opta-se pelo número dois para evitar que o cansaço faça o seu estrago. Basta ter memória para nos lembrarmos de tudo o que já se disse desde o início desta crise, quando as autoridades de saúde acreditavam que a coisa nem chegava a Portugal e ia ser levezinha. Silêncio por favor! Que falem os dados. Bons ou maus”, concluiu.

Entretanto, perante tal controvérsia que as suas palavras tiveram, António Esteves já veio a público esclarecer a situação:

ewsaes

Fοnte: diarioluso.com