Aleksandr Lukashenko: “Deviam beber Vodka para matar o vírus, e façam sauna…”

Presidente da Bielorrúsia diz que o vírus é uma "psicose"

  

O campeonato da Bielorrússia arrancou esta semana com as portas abertas aos adeptos, em contra-ciclo com o que está a acontecer no resto da Europa face à difusão do novo Coronavírus.

Numa mensagem dirigia à população, o presidente do país, Aleksandr Lukashenko desvalorizou a nova pandemia, que qualificou como uma “psicose”, considerando que o “pânico” pode fazer mais danos do que o próprio vírus e a melhor forma de o combater é com “trabalho no campo” e “vodka”.

“Lavem as mãos mas, além disso, comam a horas certas. Eu não bebo álcool, mas digo que o vodka não serve apenas para lavar as mãos, também deviam beber uns 100 mililitros por dia para matar o vírus, caso não estejam a trabalhar”, referiu.

Além do vodka, Lukashenko, há 25 anos no poder, instigou os cidadãos a fazer sauna também para combater o Coronavírus. “Desejo-vos boa saúde, não adoeçam. Vão fazer uma sauna, desde que seja seca, duas ou três vezes por semana. Os chineses dizem que o vírus morre a partir dos 60 graus centígrados”, destacou ainda na declaração ao país.

wesgwe

Fοnte: tvi24.iol.pt